O mundo e o amor

1 Comentário // em melhores Relacionamento // 25/04/2009

amor

 

Antigamente os relacionamentos eram baseados no estatus familiar. Raros os relacionamentos começados no amor e talvez por isso o romantismo era tão evidente  e maravilhoso de ser vivido.  Hojem temos liberdade de se apaixonar e vivenciar esse sentimento, mas porque o romantismo continua complicado? Porque o tão buscado amor que antes era tão complicado de se viver, agora é  complicado de se encontrar? Enquanto  o amor era desesperadamente vivido, com direitos a fugas para o Piauí, hoje o amor tornou-se banalizado e sua compreensão quase extinta.



É complicado saber quando realmente se ama alguém nos dias de hoje, todo aquele sacrifício feito em nome do amor não é mais feito, não existe mais uma maturação do sentimento, eu sinceramente acredito que o amor não surge do nada, ele é forjado com o tempo, coisa que as pessoas não querem mais ter.

Não consigo imaginar maneira pior de se descobrir o amor pela perda. Assumir seus erros e perceber que ama. Mas neste tempo moderno não há espaço nem tempo a se perder. “A vida segue” é o que todos dizem, eu discordo quando o amor existe de verdade a vida não segue, o sentimento não passa, somente o tempo que segue.

Envolver-se com outra pessoa acreditanto que é amor é um ato falho jamais recomendado por este vos fala. Tudo vai continuar mas seus pensamentos virão e com ele o maldito arrependimento. Não digo que a vida será infeliz, como eu disse o tempo vai passar e as pessoas irão viver, virão novos momentos, novos sentimentos, mas aquele amor de filme, aquele amor que sua avó tanto falava e você acha bobo, você não vai experimentar. E só conhece a felicidade aquele que conheceu a tristesa. Se contentar com uma vida que simplismente segue? É isso que você quer?

Queremos amar

As pessoas fingem que não acreditam nisso, mas é pura falsidade, a prova disso é o sucesso que uma novela melodramática faz, músicas amorosas sempre serão hit nas rádios, e filmes de amor sempre serão os mais lembrados. As pessoas anseiam por amor, mas não tiveram tempo pra aprender que o amor não é um sentimento é um modo de se viver. É um cultivo diário.

Ninguém vai nos mostrar quando é amor, ele é diferente pra cada um, mas o sorriso é igual, a completa felicidade também. Não que eu esteja defendendo o casamento virgem, longe de mim. Mas defendo a experimentação de um sentimento que poucos dão atenção.

Mesmo sabendo disso, porque não temos tempo para amar?

E não adianta comentar que você encontrou o homem/mulher da sua vida, se você tem apenas 21 anos, chame sua avó e peça para comentar e contar como foi a vida amorosa dela nessa época. Diferente dos jovens atuais, os idosos não iam pro show do Roberto Carlos pegar 15. E isso faz diferença, é menos decepção no relacionamento é menor o medo de se arriscar, o envolvimento com uma pessoa era uma mistura de almas, e não apenas de suor e sexo.Quantas vezes eu ví casais dizendo para o mundo e um para o outro que se amavam, que o mundo era perfeito, que iriam casar e derrepente puf, acabam porque algo não estava batendo. E algum tempo depois ele ou ela estavam arrependidos, isso só acontece porque o amor está perdendo seu sentido, e não estou falando do modo conceitual, estou falando do sentimento e como ele é vivenciado.

O ponto central disso tudo

É que a morte do romantismo e a ausência de amor é culpa nossa.  Dizer pra sua avó que a vida segue é surreal pra ela, porque ela deve ter passado maus bocados pra continuar com seu avô e vice-versa, deixou de fazer coisas, suportou outras, aprendeu muitas outras. Talvez Drummond estivera com a razão:

Amor é privilégio de maduros
estendidos na mais estreita cama,
que se torna a mais larga e mais relvosa,
roçando, em cada poro, o céu do corpo.

É isto, amor: o ganho não previsto,
o prêmio subterrâneo e coruscante,
leitura de relâmpago cifrado,
que, decifrado, nada mais existe

valendo a pena e o preço do terrestre,
salvo o minuto de ouro no relógio
minúsculo, vibrando no crepúsculo.

Amor é o que se aprende no limite,
depois de se arquivar toda a ciência
herdada, ouvida. Amor começa tarde.

 

Partilhar Artigo
Subscrever RSS feed. Twittar Artigo! StumbleUpon Reddit Vote no Digg! Bookmark no Delicious Partilhar no Facebook
Sobre o Autor

Hoje alguém já me disse que eu sou até legal Mas mesmo assim eu me sinto num estado experimental.

Escrito por: | Visitar Website

1 Comentário em "O mundo e o amor"

  1. Bolívar El malo says:

    Muito Bom o Artigo, estoy seguendo esto desde há uns días, não sou do Brasil nem do Portugal, sou da Venezuela, e este artigo o traduz ao espanhol para um foro de sedução em espanhol para que os outros foristas podam entender o mesmo, não sei quem é você mas o artigo esteve bem para a reflexão, até logo.

Deixe um comentário!

*required

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>